A diabetes mellitus é uma complicação clínica que acomete mais de 16 milhões de brasileiros, nada menos do que 8,1% da população nacional, segundo um relatório da OMS. Este transtorno de origem metabólica é caracterizado por uma grave hiperglicemia (alta concentração de glicose no sangue).

Neste artigo, você vai saber quais sinais e sintomas podem indicar a diabetes e como lidar com cada um deles. Boa leitura!

 

Características e sintomas da diabetes tipo 1

Este tipo de diabetes tem origem no sistema imunológico, quando o corpo ataca, por engano, as células pancreáticas, o que tem como causa direta a destruição das células responsáveis pela produção de insulina.

A consequência direta da falta deste hormônio é o aumento da concentração de glicose na corrente sanguínea, com resultados prejudiciais para o organismo, como insuficiência renal ou problemas na visão.

Entre os principais sintomas da diabetes tipo 1, figuram:

  • Frequente vontade de urinar;
  • Fome e sede intensificadas;
  • Perda de peso sem motivos aparentes;
  • Forte odor no hálito;

 

O mais comum é que esta variedade seja acusada ainda na infância ou mesmo na adolescência, quando ocorre a alteração do sistema imunológico. Após o momento do diagnóstico o tratamento tem início com múltiplas injeções de insulina ao dia.

Em paralelo, o paciente deve manter uma dieta balanceada e saudável, seguindo orientações médicas e nutricionais. A atividade física regular também é fundamental, já que contribui para manter o índice glicêmico controlado e o metabolismo ativo e funcional.

 

Características e sintomas da diabete tipo 2

A diabetes tipo 2 é a variação mais comum encontrada e tem suas causas tanto em fatores genéticos como nos hábitos de nossas vidas. Neste caso, o consumo de açúcar em excesso, como também de alimentos gordurosos, a falta de exercício, a obesidade ou peso acima do indicado são fatores que podem ocasionar distúrbios na produção de insulina e em sua ação no metabolismo.

Como é um tipo de diabetes mellitus que se desenvolve ao longo da vida, é comum ser diagnosticado a partir dos 40 anos. A diabetes tipo 2 é perigosa porque não apresenta sintomas em seu estágio inicial. Mesmo assim, quando o estado é mais avançado, e sem que o paciente tente identificar e tratar o distúrbio, pode apresentar os sintomas a seguir:

  • Sede intensa;
  • Fome aumentada;
  • Vontade frequente de urinar;
  • Dificuldades de cicatrização, até mesmo nas feridas mais simples e superficiais;
  • Distúrbios na vista, como visão turva;
  • Cansaço constante;
  • Sensação de formigamento, principalmente nas pernas.

 

A diabetes tipo 2 passa por uma fase chamada de pré-diabetes, que pode prolongar-se por meses ou até mesmo por anos. Um dos problemas é a falta de acompanhamento e exames de rotina, que poderiam indicar a alta da glicose no sangue, em níveis acima do normal, mas não alarmantes.

Agora que você leu nosso artigo, ficou mais claro quais são os sintomas que podem indicar diabetes e quais são as características de cada tipo de diabetes.

Aqui no Viver bem com Diabetes você encontra informações para ter uma rotina mais saudável e conviver com restrições sem perder qualidade de vida! 

Quer ficar por dentro das novidades do nosso portal? Inscreva-se em nossa newsletter!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>