A contagem de carboidratos é uma prática nutricional muito importante para as pessoas que convivem com o diabetes, principalmente aquelas que fazem uso de insulina. Apesar de existirem diversas receitas para diabéticos na internet com informações nutricionais, é preciso ficar atento às informações nutricionais para manter os níveis glicêmicos sob controle.

Neste artigo você aprenderá o que é a contagem de carboidratos, quais alimentos devem ser contabilizados e, também, qual a relação dessa técnica com o controle glicêmico. Continue lendo e lembre-se de assinar nossa newsletter para receber novidades exclusivas direto em sua caixa de entrada!

 

O que é a contagem de carboidratos?

De maneira simplificada, a contagem de carboidratos é uma terapia nutricional onde cada grama de carboidrato (CHO) dos alimentos ingeridos é contabilizada para orientar de maneira mais precisa a terapia de insulina e manter os níveis de açúcar no sangue dentro da meta.

Essa técnica pode ser utilizada por qualquer pessoa que conviva com o diabetes, independentemente do tipo da doença. Todavia é fundamental contar com o suporte de um nutricionista especializado, uma vez que cada organismo reage de uma maneira diferente ao tratamento.

 

Quais alimentos devem ser contabilizados?

Antes mesmo de começar a contar os carboidratos dos alimentos é importante entender que nem tudo o que é ingerido deve ser contabilizado. A Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) oferece uma tabela de contagem de carboidratos completa em seu site, com centenas de itens que compõem a alimentação padrão dos brasileiros.

De maneira resumida você contará o carboidrato de alimentos como pães, biscoitos, cereais, massas, tubérculos, raízes, grãos, farinhas, legumes, leguminosas, frutas e sucos, leite e iogurtes, açúcar, mel e demais comidas ou bebidas que contenham açúcar.

Já os seguintes alimentos são alguns exemplos do que não deverá ser contabilizado em sua alimentação:

  • vegetais;
  • requeijão e manteiga ou margarina;
  • carnes de boi, aves e peixes e carne de porco;
  • ovos;
  • azeite e óleos vegetais;
  • maionese;
  • água;
  • café;
  • chá;
  • adoçantes dietéticos.

 

Como fazer a contagem de carboidratos?

Para fazer a contagem de carboidratos é importante ficar atento à informação nutricional presente nos rótulos dos alimentos. Normalmente elas aparecem com uma definição por porção e cabe ao paciente adequar essa informação à quantidade que será de fato ingerida.

Já no caso dos alimentos não industrializados você pode contar com o auxílio de uma tabela de contagem de carboidratos como a da SBD ou com o apoio de um nutricionista especializado a fim de saber exatamente quantos gramas de carboidrato cada alimento apresenta.

 

A relação da contagem com o controle glicêmico

Manter o nível de glicose no sangue dentro da meta é o objetivo principal das pessoas com diabetes. Isso porque a variação pode causar tanto um quadro de hipoglicemia (quando há pouca glicose nas células) quanto hiperglicemia (quando o nível de açúcar no sangue está acima do esperado). Essas situações causam desconforto e podem evoluir para complicações mais graves.

A contagem de carboidratos surge nesse contexto como uma importante ferramenta que, quando aliada a uma alimentação balanceada e à monitorização glicêmica (por meio do exame de “ponta de dedo”), permite uma maior precisão na administração de insulina.

 

A importância de contar com profissionais especializados

É muito comum encontrar informações na internet e, também, pessoas que se dizem capazes de auxiliar os pacientes com diabetes na contagem de carboidratos. Todavia é fundamental que você busque a orientação de um nutricionista especializado em diabetes para ajudá-lo nessa missão.

Isso é importante porque cada organismo responde ao tratamento de uma maneira e, além disso, sua meta glicêmica pode ser influenciada por fatores como idade, peso corporal e uso de medicamentos orais. Dessa forma, cada pessoa terá uma dieta específica e deverá acompanhar a evolução do tratamento para mantê-lo sempre eficiente.

 

No portal Viver Bem com Diabetes você encontra muitas informações, receitas para diabéticos e dicas para conviver bem com a doença. Assine a nossa newsletter e receba informações exclusivas direto em sua caixa de entrada!

 

2 comments

  • Rosana
    Rosana
    Comentário

    Gostaria de mais informações, minha filha tem diabetes a 5 anos.

    • Editor Easyfy
      Editor Easyfy
      Comentário

      Olá Rosana, como vai?
      Agradecemos a sua participação em nosso portal!
      Fizemos um webinar sobre alimentação e diabetes, você pode conferir ele no link: https://bit.ly/2KrgkJj!
      Deixe suas dúvidas sobre contagem de carboidratos, assim poderemos utilizá-las como sugestões para os próximos artigos e eventos!
      Atenciosamente,
      Equipe Easyfy

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>