Adquirir hábitos saudáveis como manter o acompanhamento multidisciplinar, ter a alimentação balanceada e a prática de atividade física é essencial para o sucesso no tratamento do diabetes.

A atividade física traz inúmeros benefícios à saúde, pois favorece o controle glicêmico, reduz a sensibilidade à insulina, controla a pressão arterial, melhora o colesterol, auxilia na perda de peso e previne complicações crônicas

Para uma prática segura, sem hipoglicemia ou hiperglicemia, alguns cuidados devem ser tomados antes, durante e após a atividade física. Pensando nisso, preparamos 6 dicas importantes para você!

 

1. Meça sempre a glicemia antes e após o treino

Medir a glicemia antes da atividade física é essencial para prevenir episódios de hipoglicemia. Ao monitorar a glicose é possível evitar a prática em condições não ideais como, por exemplo, em casos de hiperglicemia, pois não é indicado iniciar treinos com os níveis  de glicose elevados. Por esse motivo, é recomendado:

  • Glicemia ideal: entre 120 a 200mg/dL;
  • Glicemia <120mg/dL: risco de hipoglicemia! Ingerir, pelo menos, 15g de carboidratos de rápida absorção;
  • Glicemia >250mg/dL: Hiperglicemia! É recomendado não treinar, pois aumenta a chance do corpo produzir corpos cetônicos e a glicemia continuar a subir. Corrigir com insulina (de acordo com orientação médica) e hidratar bem.

Ressaltamos que em caso de treino superior a 1 hora ou de alta intensidade, também é recomendado medir a glicemia no meio do treino.

Em caso de glicemias superiores a 250 mg/dL, só se deve iniciar a prática da atividade quando for realizado um teste de cetonas e seu resultado der negativo.

 

2. Leve sempre com você carboidratos de rápida absorção

Previna-se! Em casos de hipoglicemia durante o treino, é de extrema importância que você tenha em mãos carboidratos de rápida absorção e de fácil ingestão.

Sugestões de alimentos com carboidrato de rápida absorção: rapadura, sachê de mel, sachê de glicose instantânea, maltodextrina em gel.

Atenção! Os efeitos da atividade física na glicemia pode durar até 6 horas após a sua prática. Portanto, não esqueça de monitorá-la e previna imprevistos!

 

3. Faça alongamentos antes e após o treino

Muitas pessoas não sabem que o alongamento deve ser realizado antes e após a atividade física. Ao alongar você aumenta a flexibilidade muscular e ajuda a manter o corpo menos tenso e mais flexível, permitindo melhor movimentação da articulação, melhor performance e menos dor. Previna lesões!

 

4. Faça sempre um lanche antes de iniciar a atividade física

A alimentação é uma forma de fornecer glicose como fonte de energia para o nosso corpo trabalhar melhor durante a prática da atividade física. Por isso, é imprescindível fazer um pequeno lanche antes de iniciar o treino como forma de prevenção de mal-estar e hipoglicemias, colaborando para a perda de gordura e ganho de massa magra.

O ideal para as pessoas com diabetes é fazer acompanhamento nutricional e planejar um cardápio que associe glicemia e ingestão de carboidrato para prática esportiva.

 

5. Não aplique insulina no local em que o músculo será mais trabalhado

Não é indicado aplicar insulina rápida ou ultra-rápida no local onde a musculatura será mais trabalhada durante o treino como, por exemplo: coxa, perna, barriga ou braço. Como dito anteriormente, a atividade física melhora a sensibilidade à insulina e a captação de glicose pela musculatura. Nesse caso,  a ação da insulina pode ser potencializada pelo músculo e favorecer episódios de hipoglicemias.

 

6. Beba água durante do o treino

Não deixe de beber água antes, durante e após o treino, pois pode causar desidratação. Muitas vezes, a falta de água pode apresentar sintomas como: boca seca, visão turva, tontura e queda do rendimento, que podem ser ignorados ou mesmo confundidos com a variação da glicemia.

A água tem diversas funções no treino: controla a temperatura corporal, previne câimbras e repõe minerais, como o sódio e potássio que são eliminados no suor.

A ingestão de repositores energéticos ou de isotônicos deve ser feita com cautela, uma vez que os mesmo contém carboidratos.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *
You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>